Quando um filho adoece e para ficar bem precisa de um procedimento cirúrgico

Este post não será novidade para muitos e com certeza será unanimidade: ter um filho sofrendo com alguma dor é dor que mãe carrega, sente e sofre junto.

Hoje estivemos no hospital com a Marta para um procedimento bastante corriqueiro: retirada de adenóide e colocação de dreno ou tubo de ventilação no ouvido (não se percebe, fica lá no tímpano, deve ter uns 3 mm). Este procedimento já realizamos com a Sofia quando ela tinha seus 2 anos e meio para solucionar as otites de repetição que ela sofria. Era muita dor de ouvido que nada tem que ver com molhar ouvido no banho e sim com uma anatomia de ouvido que não ventila e retém secreção de rinite alérgica. No caso dela, o uso de antibióticos, dores e rinites praticamente se solucionaram. Nem lembra como foi.

Para Marta, este foi o terceiro procedimento: ano passado fez duas vezes, chegou ao ponto de expulsar o dreno de tanta secreção que fazia. Agora, conforme a nossa otorrino, a retirada da adenóide é indicada quando esta está aumentada ou em caso de re-colocação de dreno (caso da Marta). O prepararo pré-cirúrgico de jejum foi relativamente tranquilo, jantou e mamou às 23:00. Para darmos atenção 100% a ela, contamos com o apoio dos triavós que receberam a Sofia para o pernoite com direito a bolo de cenoura, pipoca, pijama novo e outras regalias.

A conversa com a trifilha sobre o procedimento foi fundamental. Esse papo  aconteceu desde os exames de sangue que eram necessários para a cirurgia: foi explicado que íamos a um lugar, que tinha moças de branco como a doutora, que ia fazer um pique no braço dela (semana anterior eu tinha feito e mostrei a elas, ajudou na compreensão), que era como um mosquito brabo, que ia doer um pouco e que era rápido. Ela foi o caminho todo perguntando se ia fazer pique, se tava quase chegando. Já no local, quando fomos chamados, foi caminhando, mexeu nos brinquedos (sala especial para as crianças faz a diferença) e quando a coletadora entregou pra ela um tubinho para ela segurar, pediu para ela subir no colo do pai ela já saiu levantando a manga. Chorou, não se debateu e nem resistiu, quando terminou, perguntou: “deu?”.

Sobre hoje, conversamos que os médicos neste lugar que íamos se vestiam de azul, que ela e o papai iam colocar uma roupa e uma toca ( desta vez, pela gestação não entrei no bloco) e que a doutora ia deixar o ouvido dela bem bom, que não ia doer mais. Na recuperação, depois de uns 40 minutos de procedimento, chorou por uma hora quando acordou pelo efeito da anestesia, querendo arrancar os fios, acesso e se debatendo. Assistiu alguns desenhos no ipad, reclamou de dor na boca e só teve alta quando estava bem acordada, depois de se alimentar e fazer xixi, umas 6 horas depois.

IMG_7395
Descanso da corajosa

Sabemos que teremos dias complicados pois na cirurgia foi visto que havia muita secreção e para prevenir terá que tomar duas doses de antibiótico injetável pós-alta. Os dois primeiros dias podem ser de incomodo e dor. Estamos preparados para dar todo o carinho e atenção. Conto que o Benício fique mais uns dias na barriga (37 semanas hoje!) e que a Sofia seja compreensiva. Sem dúvida que pela confiança que temos na otorrino (obrigado Larissa Enéas!!!!) e na segurança que este procedimento é o caminho para o alívio destas dores, encaramos bem este procedimento e encorajamos todos aqueles pais que vem enfrentando este problema.

Assim como fizemos com a Sofia, recompensamos com uma surpresinha, a Marta ficou muito feliz com a Equestria dela e nós emocionados com pergunta dela: “é para a Marta?”.

IMG_7401
Faceira com a surpresa
Anúncios

Um comentário sobre “Quando um filho adoece e para ficar bem precisa de um procedimento cirúrgico

  1. Que menina doce e compreensiva, Camila. Que vontade de dar colo e dengos até nao aguentar mais. Lendo teu relato fico de coração partido, mas o que se há de fazer?

    A propósito, nao paro de pensar em vcs há uma semana, pensando que já está quase na hora do Benício!!! 37 semanas, quase quase… Beijos muitos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s